Mural

As diferenças entre o raio-X, a tomografia, a ressonância e o ultrassom

As diferenças entre o raio-X, a tomografia, a ressonância e o ultrassom
29/05/2019

Com mais de 30 anos de tradição no ramo da saúde e medicina diagnóstica, o Instituto Santa Rosa é uma clínica de exames diagnósticos de imagem. Quando falamos em exames de imagem, logo vem à mente o raio-X. Entretanto, o ISR realiza uma grande variedade de procedimentos diagnósticos. Conheça as diferenças entre os principais:

Raio-X (radiografia)
O exame de raios-X utiliza uma dose muito pequena de radiação ionizante para produzir imagens das estruturas internas do corpo humano. É utilizado principalmente para o diagnóstico de fraturas ósseas e identificação de lesões, mas também pode ser configurado para visualizar órgãos e estruturas musculares, como o raio-X dos pulmões, muito utilizado para o diagnóstico de pneumonia. Para a visualização de estruturas ocas ou vasos sanguíneos em casos específicos, o exame pode contar com a utilização de um contraste a base de iodo ou bário, mas existem exames mais indicados nessas situações. Alguns exames de raios-X possuem restrição para gestantes

Tomografia computadorizada
Assim como exame de raios-X, a tomografia utiliza uma dose de radiação para captar imagens do corpo, mas, diferentemente do primeiro, a tomografia captura uma série de imagens em alta resolução em 360 graus, permitindo a visualização da estrutura do órgão, ossos, tecidos e vasos sanguíneos em múltiplos planos. Os aparelhos mais modernos permitem visualizações em 3D. A aplicação de contraste intravenoso é mais comum nesse tipo de exame, mas ainda é rápido, indolor e extremamente preciso.

Ressonância Magnética
Enquanto os dois primeiros exames utilizam da radiação para a criação das imagens, a Ressonância utiliza um aparelho que emite um forte campo magnético e ondas de radiofrequência, para produzir imagens com alta resolução. Assim como os exames anteriores, a ressonância é um exame não-invasivo.
A maior vantagem da ressonância é sua capacidade de identificar anormalidades com maior precisão, com destaque para lesões do sistema musculoesquelético.

Ultrassonografia
Mais similar com a ressonância magnética, a ultrassonografia também trabalha com um aparelho que emite ondas sonoras para produzir imagens das estruturas internas do corpo humano, e assim como a ressonância, não utiliza radiação, e não tem nenhum efeito prejudicial, sendo o método ideal para o monitoramento da gravidez. Além de seu uso obstétrico, é bastante utilizado para biopsias e condições relacionadas ao fluxo sanguíneo.

Agora que você conhece melhor os principais exames do ISR, não deixe de marcar a sua consulta! Entre em contato com a gente.

Copyright 2014 - 2017 Instituto Santa Rosa